lágrima a lágrima



gota a gota



o mar.



onde se espera

onde se nada





foto de Heribert G

3 comentários:

Claudia Sousa Dias disse...

Olá Pi!

Gostei de todos, repito, TODOS os teus poemas!

Elementares, atómicos.

E, contudo, recheados de multiplas leituras.

Não há muita gente a escrever como tu.


Um beijo


CSD

legivel disse...

nas águas onde
nada se passa

é onde se nada
à vontade

é verdade

nadar nas águas
das tuas mágoas

braçada a braçada
que bem se nada.

nana disse...

...

e isso é tudo.


..


x

Loading...