está muito vento

falo conforme prossigo

lindo o teu nome joão

- vê-me estas letras joão

- apanha esta amora joão

- bebe este pulso joão

- pega-me ao colo estes braços de nada

- arranca-me o coração desse baú

antónio manuel vicente gonçalo joão



foto: Alberto Viana d´Almeida

8 comentários:

Ruela disse...

está escrito
no teu corpo
junto às artérias
às veias crespadas de chama
se a voz visse
este sopro...

Anônimo disse...

- arranca-me o cora�o desse ba�

e leva-o a viajar...

burro disse...

O João bem precisa de ter bons olhos para ver estas letra, eu vi-me à rasca.

burro disse...

está muito vento,
que arranque o coração
daquele baú...

D. Maria e o Coelhinho disse...

TENHO UM COELHINHO A MAIS,

QUERES?


D. MARIA

nana disse...

pára o vento,

pára-me (a)o vento, joão...

hfm disse...

Belíssimo!

legivel disse...

- li-as com estes que a terra há-de comer marta

- trinquei-a com dentes famintos de tragar marta

- sorvi-o de garganta sequiosa de beber marta

- tão leve que és! o teu peso está todo no coração que me estremece nas mãos

josé eduardo dinis joão

Loading...