tanta leveza: estar ali-não estar





pouco e muito e



quase



nada










foto de ~pi: o fotógrafo frederico mendes na inauguração da sua exposição na ribeira de gaia

4 comentários:

Anônimo disse...

bela pose a do fotógrafo, ele e a máquina...

Ruela disse...

...num pequeno gesto
que se escapa dos dedos
suavemente os espelhos
abandonam o seu reflexo
e deixam fotografar o
segredo da mudez e olhar...

eremita disse...

o teu comentário foi - tanto quanto me lembro - o mais interessante e intrigante que já li noutros, não só no meu blogue.
E vim dar a este maravilhoso espaço de beleza e pureza quase ritual.
Tudo nele é encanto e suavidade, uma capa que esconde o fogo de viver.
Fraterno abraço e boa semana.

nana disse...

....


pois.



x

Loading...