~







tão tarde: era tão cedo partir


azul quase vermelha me


l

i

q

u

e

f

i

z

.

.

.



[ sor r iste um trágico engano embriagado de ti








foto Simona Carli

30 comentários:

rosasiventos disse...

a perspectiva da polícia interior





a que salva inteiro e devoluto o medo


a que


o


multiplica e expande na alma da carne




[ a contra ordenação à boca das

flores

tufa tau disse...

era tarde, sim!
e tão cedo para partir
mas partiu... sem sorriso algum

eu
para sempre?
começa a fazer-se tarde
para mim
mas ainda me parece tão cedo

* hemisfério norte disse...

em
água
sobre o
.
........mar
bjs
a.

ana disse...

sorriste como se nunca se sabe

mariam disse...

fantástico ler o

l
i
q
u
e
f
i
z
.
.
.

(lindo)foto e palavras...

bom fim-de-semana

um sorriso :)

Betty Branco Martins disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Betty Branco Martins disse...

querida__________Pi







.tão


.sEdA



.a



che
gada




severitAte



tanta.à



.partida











_____.O.cOrpO




torna.se



int
eiro




__________ausentes





todos


os.outros












beijO______C_______carinhO

hfm disse...

Gosto muito quando desço a pique, como numa boa onda, pelas letras das tuas palavras - únicas.

Ruela disse...

na tarde derramada
sobre as metáforas
este romper do silêncio
na tua partida

Só- Poesias e outros itens disse...

O
N
D
A
S

e
o~~~~~~~~~~ndas

na superfície do amor


bjs.

JU Gioli

Baudolino disse...

Envolvente.
Um abraço
P.

Ana disse...

Sorriso embriagado de poesia. Em ti.

disse...

Para a poetisa mãe em ti
~piun luci
o meu mais carinhoso beijo.

Digo Perigo disse...

muito bom o teu blog, seria descabido convidar-te a participar na big ode?

Alessandra disse...

é sempre uma surpresa, um súbito manso..
a sua palavra líquida inundando meu pensamento.
cheiro!

anitta disse...

embriagadora

liquida


puro tu

foto 10

beijos

Anônimo disse...

habituados como andamos ao umbigo.

EDUARDO disse...

poema em transbordante criatividade de forma e substância!

Edu


beijão terno

mariadosol disse...

[venho sempre embora não deixe rasto imediato...].Post belíssimo, blogue super estimulante e uma confidência aqui que ninguém nos ouve: Pi (também)era o meu filhote qd era pequenino para alguns entes mesmo queridos..
:))

Ana Maria Costa disse...

transbordam palavras...em vermelho-sangue...


Beijos!

RAÚL disse...

abrazo de piedra
eterno

Frioleiras disse...

um abraço

(ao som - no Mezzo - da 4a. de Mahler ... uma beleza..............................)

Carlos Ramos disse...

en be be dar de luz o papel.

tamb�m na vertical se escrevem as outras direc�es.

Fotografia - est�tua

Belo...

Fernando Zanforlin disse...

... luz que arde, sombra sem cor, tráfico de amor, o sorriso no lábios, me embaraço nas pernas de ti.

Oliver Pickwick disse...

Não sei se apenas sensação. Mas, saio daqui com a impressão de que estou mais sábio e criativo.

U
m

b
e
i
j
o
!
;)

Maria Laura disse...

Sinto que é sempre cedo para partir daqui. :) Gostei de escorregar nas tuas palavras de água.

Rui disse...

Adora liquefeito, o vermelho coalhará para depois se erguer. Para tudo ser seu. Como já foi.

un dress disse...

sim... acho que coalhará

sim...

nem eu posso achar outra coisa ~

nana disse...

e deixaste


que sorrisse


também





..

Raquel Vasconcelos disse...

"Invejo" a forma como colocas cada palavras... adorava ter-me recordado de tal antes...

Só tenho pena que sejam letras tão pequenas...

Loading...