~







quase tudo é para esquecer 

na amena ampulheta do ponteiro afiado

há que dizer nunca ao dizer pra sempre

endurecer como as espigas quando secam 
antes de ser pão

acordar na luz do verão finito

prescrutando a fonte da raiz sagrada


comp Boris Anisteld - mas podia ser Van Gogh.


Nenhum comentário:

Loading...