se de repente paramos os gritos do silêncio

podemos sentir tudo

podemos sentir

sen tir


ir



~





foto:WolkenBilder

12 comentários:

Gi disse...

se for devagarinho também se consegue

talvez não seja tão doloroso

cria-se habituação

vai-se esva indo

indo

indo

até desaparecer

beijo, hoje estou murcha :(

~pi disse...

oh gi desculpa fizeste-me lembrar a boneca insuflável do legível:)))))))))))))))))))))))))))
(muito riso...)

talvez a solução da angústia seja mesmo tornarmo-nos insufláveis!

/já não sei.

duvido muito e muito de tudo mas precisamos de sobreviver todos os dias.

a grande verdade é essa.
outra verdade é que há dias maus, insuportáveis!


beijo e abraço. HOJE.

Anônimo disse...

mt interessante o blogue. n conhecia.

deixo uma dica de um autor novo que merece ser divulgado:

www.tiagonene.pt.vu

Bi.

lamia disse...

Se.

ana disse...

trata-se de ir, sem se...

Gi disse...

:) agora também eu ri ao ler o teu comentário

este legível persegue-nos, até nos rimos só de o lembrar :)

beijinhos

Ruela disse...

sentir
mo
nos

JRL disse...

a chuva a circular as costas desistidas. tens uma maneira de escrever que... ADORO, tout simplement!

JRL disse...

parando os gritos do silêncio, podemos ir a qualquer parte... sentir tudo! Um beijo

Rui disse...

ser

Dalaila disse...

se de repente pararmos esses grtos que nos sufocam, podemos facilmente parti sem ir... ir porque nada nos silenceia, nada nos grita, nada se opõe.... aí sim sentimos, vamos, em tudo em nada porque podemos

~pi disse...

fios de IR.

de IRMOS...

obrigada.

Loading...