~










letras há: correm por mim ~


~ água



que injecto na areia do braço:



rumo à veia



ca



va









foto: river edge drew wright

39 comentários:

um Ar de disse...

Este post...
... não o vou deixar fugir!
.
.
Vêem-se pedras polidas
pelo tempo
nesse viço
que te circula nas veias.
.
.
[Beijo, de gota água-sangue]

/t. disse...

~placid

<3

tufa tau disse...

e saem depois pela pontas dos dedos
sem dor
pontos esverdeados que se decifram
em tantas leituras
rumo ao destino que lhes quisermos dar

verdes na cor
maduras na forma

ana disse...

injecte-se, mais e mais!

Ruela disse...

☆┌─┐ ─┐☆
 │▒│ /▒/
 │▒│/▒/
 │▒ /▒/─┬─┐◯
 │▒│▒|▒│▒│
┌┴─┴─┐-┘─┘
│▒┌──┘▒▒▒│◯
└┐▒▒▒▒▒▒┌┘
◯└┐▒▒▒▒┌ ┘

mdsol disse...

poesiaaaaaaaaaaaaaa
puraaaaaaaaaaaaaaaa
:))

mdsol disse...

e nuaaaaaaaaaaaaaaa
e duraaaaaaaaaaaaaaaaa
e cruaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa
tanta luaaaaaaaaaaaaaaaaaaa
:)

Só- Poesias e outros itens disse...

E que circule na sistóle e na diástole dos olhos.

bjs mil

jugioli

manhã disse...

difícil comentar isto, é uma metamorfose, só pode, transformar-se depois em praia.

f@ disse...

Letras que se trans formam palavras....
bj das nuvens

mariam disse...

Obrigada!
volto mais logo.

um sorriso :)

Marinha de Allegue disse...

B E L E Z A
P U R A...!!!


Apertas amiga.
:)

anitta disse...

letras

flotantes

!!!!!!!!!

contracorriente

:)

* hemisfério norte disse...

veia
cava
a horta
corre água
seiva
aorta

Justine disse...

Os fluidos essenciais, que se confundem. Indispensavelmente, para se viver.
Sempre belo.

josé louro disse...

Os textos são tremendos aqui. É um luxo.

disse...

E vê-se que ao corpo
que pertencia ao poeta
deslizam ainda versos pelos olhos
e lhe entram estrofes inteiras pelas narinas
Saindo-lhe poesia
pelas veias abertas
nos pulsos a procura,da vida...

Marcelo Adifa

bjOOs

mundo azul disse...

Andei lendo alguns dos seus poemas e gostei muito!!!
Bom conhecer você...
Beijos de luz!!!

heretico disse...

águas inebriantes. doces como ópio...

beijos

mariam disse...

gostei muito!

SUA alma é um ^ pássaro ^^^^^^ em SI corre ~ um rio ~~~~~~~

boa semana
um sorriso :)

PS.Obrigada!

Delirium disse...

o sangue
a seiva
a vida
que corre
que sai

se mistura
se lava

branco
a cor do liquido
limpido
a cor dos olhos
quando fecham
mortos.

Post-It disse...

:)
a brincar com as palavras...
Também gosto dessas injecções. Mas só dessas! ;)

Maria Laura disse...

Como um rio onde flutuam as palavras. Essenciais à vida.

Anônimo disse...

escava

K disse...

uma boa e bela "viagem"

Frioleiras disse...

lindo...
o musgo,
a
côr
do,

de

musgo.....................

Tinta Azul disse...

e as letras
crescem palavras
na aorta
do coração
encarnado
verde
de seiva
bruta.

0.03 disse...

fala a árvore
enraizada no ar

Ana disse...

Água
...seiva
......sangue.

V
I
D
A

Fernando Zanforlin disse...

penso em brincar, me faz ouvir o mar;
sinto que o rumo é o vento que dá.
Letras, mapas, estrelas, não preciso,
meu lugar na veia está.
bej∞

RAÚL disse...

venas mullidas
de palabras
de poesía

jorgeferrorosa disse...

Palavras, concertos da escrita, formas de estar, talvez nunca estando. Não estou, apenas passei por aqui.
Continua com o bonito trabalho.
Abraço
Jorge

hfm disse...

Belo.

hfm disse...

Belo.

Véu de Maya disse...

Embriaga-te à vontade sobretudo de poesia e de felicidade...porque a vida sem nenhum excesso dá sempre em retrocesso...

xi-coração.

Ad astra disse...

sinto-as...
atravessam o oceano
desaguam na alma

sinhã, a. disse...

veias de areia: palmas. :-)

um Ar de disse...

Por vezes...
gostava de saber
onde fica esse teu
paraíso...
...
...
...

lupussignatus disse...

elas

são

musgo

que

nos

embriaga

e

enrubesce

Loading...