~












ouço distintamente o zunido familiar da mina
o gesto nu do deserto
( o vermelho das arrias quando sangram
os seus intermináveis perímetros

ouço os prazos dos molhos que desistem
amordaço-os decididamente
na dispensa onde gritam


[ e acredito na elevação na


elevação definitiva da carne-a-ser-vidro
(
do que nunca mais duvide





.

39 comentários:

~pi disse...

vídeo:

Fensterputzer(laveur de vitre

pina bausch

Post-It disse...

Visceral post.
(como sempre)
:)

Fernando Zanforlin disse...

retorno, bem recebido, fico,
decididamente, definitivamente
grito: ÉÉÉéééÉÉÉÉÉÉÉÉÉÉééeéeeÉÉÉÉEHHHHH.
ß∆∞

Fernando Zanforlin disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
entre dentes disse...

não sei se acredito, mas aqui acredito em tudo...

/t. disse...

a
decidedly
different dance

i like it

<3s to ~pi

/t.

Jorge Vieira Cardoso disse...

minimo no tamanho da letra e intenso no sentir das palavras...

beijo terno...

mariab disse...

vermelho sangue... que grita.
beijos

vaandando disse...

cortante , e de crença !
abraço
__________ JRMARTO

Justine disse...

Primordial, como o latejar do sangue nas veias...

LM disse...

deixei-te uma seta só para ti lá na outra beira do minho (http://oblodelm.blogspot.com/2009/02/premio.html)
beijos

Chousa da Alcandra disse...

"A elevação definitiva da carne-a-ser-vidro".

Fasme ladrar coma os cans (Guau!!!) cando artellas frases tan contundentes, propias -sin dúbida- dunha poeta que ti es.

RAÚL disse...

es como un leucocito protegiendo la sangre de una invasión de antígenos con su baile. GREAT!

(yes, I am)

Suso Lista disse...

Sempre bem escrito. Beijo

triliti star disse...

pina bausch, sempre...


a carne-a-ser-vidro...


já passei por aqui com maior assiduidade. mas não sei porquê. preguiça? talvez. a verdade é que gosto do que por cá vejo.

parece-me, não sei bem porquê, haver uma diferença enorme entre aquilo que agora mostras e o que este espaço era há um ano atrás. continua muito bom, mas sinto-o diferente. não sei explicar. possivelmente sou eu...

não é por isso que passo menos. é preguiça, por vezes nãome apetece andar a "visitar". faço os meus posts e apetece-me desligar.

não interessa.

gostei.

Arabica disse...

nunca mais.



em gestosdesertos.



:)


Beijinho

Ruela disse...

ai que sustoooooooooo!!!!!!!!!!!

anitta disse...

impacto ooooo

beijos

andorinha disse...

Com a cor da vida. Intenso e quente.

secreto segredo disse...

Por que é tão difícil lêr os textos?

della-porther disse...

Lêr faz parte do processo poético.


beijos


della

maria m. disse...

o vermelho implode e explode.

mdsol disse...

~pi
desculpa, mas não consegui ler palavra! Fica bonito, mas neste meu ecran...
:))

Ana disse...

Acreditar na elevação da magnífica cor do sangue. Na vida.

observatory disse...

pb

:)

Dalaila disse...

por dentro, todo!

jugioli disse...

-PI
Pina Bausch sempre uma inspiração do tamanho do mundo. Cirandas e cirandas.


O gesto nu do deserto....

dizem o que dentro explode.

JU

Miguel Barroso disse...

Também ouvi, também rasguei os ossos...



Abraços d´ASSIMETRIA DO PERFEITO

vida de vidro disse...

de dentro para fora. vísceras e sangue. e o desejo da elevação da carne. **

legivel disse...

esta caixa de comentários

ainda tem pingos de sangue do teu post-pina-vermelho

e o odor das artérias abertas
ao trânsito das palavras

de resto
lembrei-me que preciso de comprar lâminas
desfazedoras de barbas e de sonhos.



beijos e sorrisos

Laura disse...

E eu ouço a respiração, os pés, o pulsar da vida e o orgânico...

mariam disse...

~Pi,

o que aqui venho encontrar... :)
também 'falei' de sangue... :)

Pina Bausch, felizmente podemos apreciar de vez em quando por cá!

gostei daqui.

um sorriso :)
mariam

Anônimo disse...

Como des-ando, a-vitrear.


L.

Rui disse...

Escapando por entre os cacos de vidro. Dançando.

Dois Rios disse...

Rascante como um bom vinho tinto.

Beijos,

Inês

disse...

Pina...suprema...como quem a escolhe!

Su disse...

pasmeiiiiiiiiiiiiiiiiii

jocas maradas.sempre

lupussignatus disse...

e
s
t
i
l
h
a
ç
a
*
*
*
*
*

googler disse...

chouman
cuoman
shuaiman
neiwomen
kelp2486

Loading...