~




barca d´alva






também

sobre o homem que dorme na ponte parada

todas as línguas se

reduzem a nada e porém volta e volta o homem

a boca-de-peixe-aberta instalada

sobre a face que dorme e se escava

a olhar nos olhos de vidro pessoas-janela

[ esqueletos em carros que afasta lá-dentro esfumados

] estação-fronteiriça sem porta de entrada

ecoa no fundo um silvo agudado

[ ai, sobre o pequeno homem-da-barca cristalizado





atravessa-os-dias o ouro tumular do rio-nada

caem domingos gelados patos bravos estranhos

levitando passagens

sobre o homem morto-quase-morto-embora

as margens nos bolsos respirem caladas

o menino que vive desde sempre acordado

pergunta dos outros e assim se aflui ao escuro do côa

[ a restos-nunca-tecidos gravuras-paleolizadas

ofertando a quem passa mais nu o desejo primeiro

do seu brilho ártico

o mais duro ocre atado a venenos vários

] fios-de-ovos sanguessugas arroz-acre e

rabanadas








.

38 comentários:

~pi disse...

versão imediata, esta do homem que vi,,,

[ a todos e a mim:

que aprendamos a fazer-nos felizes *

abraços e beijos




~





~

maria manuel disse...

o homem que dorme
não vê os patos bravos no domingo
não vê o menino com fios de ovos e rabanadas para oferecer


bom ano, Pi. jinhos :)

entredentes disse...

o homem dorme consigo
e já viu tudo o que era visível

agora prescruta e escava a noite
de si

embora não vai, mas havia que ir

que escavar a noite demais...é inútil...

pi&phi disse...

~



barca d´alva



estacao abandoada






~

pi&phi disse...

~



barca d´alva



estacao abandoada






~

raúl disse...

eso, eso. abrazos y besos!

hfm disse...

da visibilidade do invisivel - palavras e imagem. Um beijo

Rayuela disse...

barca d'alv(a)lborada
niñ(ho)mbre
callado
dormido
cristalizado*

b
e
s
o
s*

Chousa da Alcandra disse...

Beijos (sempre) misturados con abrazos.
Inocentes (ou non)

. intemporal . disse...

.

. com amizade,,, .

. desejo um ano de 2____0____1____0 .

. a ser o ventre da serenidade .





. sempre,,, .




. paulo .

.

Arabica disse...

Em contagem decrescente
se conta a história
do homem adormecido
a meio da ponte.
Vazio o olhar do homem-
o rio levou
seus olhos-
mas nas mãos,
ainda restam
sabores de um tempo
a decrescer,
que o menino lambe.
Como quem ouve histórias,
como quem escreve histórias
liquidas
que o rio há-de lavar.levar.

Beijo ~Pi

E no ano crescente saúde e força.

Rui disse...

Outro enlouquecido deixo eu aqui.

Aos recomeços.

legivel disse...

do homem que consegues ver
de modo tão peculiar

do homem d´ontem que gravou no côa histórias para serem lidas hoje

da(s) ponte(s) de entendimento que o homem não consegue erguer

das rabanadas que eu quereria agora comer mas tenho de ter tento nos olhos:)

tudo mas tudo me surpreende e me faz voltar

aqui

este ano no próximo e nos outros sempre.

beijos abraços e sorrisos

heretico disse...

assim vais cerzindo o Tempo. boca a boca. nos silêncios coa dos...

beijo

Bom Ano

Dois Rios disse...

o homem que dorme

a vida

acorda o

menino

que quer viver.

Um generoso ano pra você, querida Pi.

Beijos carinhosos,
Inês

Claudia Sousa Dias disse...

um beijo grande,muito afecto e carinho para um feliz 2010.

bem hajam


csd

LM disse...

bom ano
e feliz
2010
.

Mariana Soffer disse...

bom ano, I hope voce vai ser muito feliz!!!
caro

Duarte disse...

Troncos erguidos, como homens que saem da água... belas imagens, com palavras adequados a uma inspiração que me produziu arrepios... pelo reais.
Como gostei dessa visão tua. Reflectida num momento em que não queremos aceitar condições, com convicções.
Bom Ano Novo.

Um grande abraço de boa amizade

L.Reis disse...

2010 terá o sabor da paixão que nos habita...tudo...para ti!

Justine disse...

O reverso do natal. Ou da solidariedade. Ou do óbvio.
Abraço visível e forte

mdsol disse...

Q. ~Pi

Ano
Bom
Para
Ti

Ano
Lindo
Para
Ti

Ano
Cheio
Para
Ti

beijo

:)))

untalgregorio disse...

Pi, aprender a ser feliz é una terefa dificil,
agora abrí o meu novo blog, desta vez\ com palavras, desas que a gente gosta.
um abraço e feliz ano novo

http://gorivainberg.blogspot.com/

um Ar de disse...

A tua escrita continua a ter a precisão da balança que mede quilates [em diamantes brutos], nem sempre puros, nem sempre...
.
[Depois, que interessa a mancha, a fractura indelével?...]
.
[... Se o Segredo da paisagem parece estar na geometria da proximidade?...]
.
Na tua escrita, também próximos: os sons, as sílabas, as soletrações, os significados... as poss[sss]ibilidades!... sibilantes [como o som dos rios e das árvores].
.
[Beijo...@]

JPD disse...

Repouso do guerreiro...

Saudações

JotaSP disse...

Feliz 2010______________________________



eu


para

ti «««

bettips disse...

Há o espanto das árvores chinesas na raia
iguais traços (ou serão iguais os sentires?)
risos e salas, salas de conhecer tempos e gentes,
de arcos e frescos
de arte nova e nossa.
E tantos os flashes do conhecimento.
Um outro abraço x 2 aqui, Pi!

AnaMar (pseudónimo) disse...

Homem que pode seguir a tradição versus o homem a quem a tradição angustia por nada ter...
Bela maneira de dizer uma realidade tão crua.
Deixo desejos de
Um FUNtabulástico 2010.
Com muita alegria.
2010 beijos.

mixtu disse...

o homem que dorme
não vê o rio passar...

sonha...

mixtu disse...

o homem que sonha vê um apiadeiro outrora estação...

sonha...

mixtu disse...

e vê a amada...
ao querer abraçar... bate na mesinha cabeceira e acorda...

yayyaay

mixtu disse...

abrazo serrano y europeo

JOSÉ RIBEIRO MARTO disse...

Vemos ouvimos e lemos-te , com um aperto , a esperança vai rareando!
Abraço!
Ano Grande Grande!
_________ JRMARTO

Sinhã disse...

sim: mas olhos de vidro: não.:-)

Ana disse...

Poema de poeta acordado___
___ em barca tão alva como a floresta!

Um bom ano para ti, Pi.

quicas disse...

antes, desejo eu:

atravessa-os-dias

levitando passagens

SOB

o menino-que-vive-desde-sempre-acordado

ofertando a quem passa mais nu o desejo primeiro

]fios-de-ovos enleados nas teias que, felizes, nos tornamos
[se quisermos!

beijos

~pi disse...

emocionada mente

vos

reconheço:

assim,



* o bri ga da *




~

lupussignatus disse...

vaporosa

barca

a que o

rio

co move

Loading...